Posted on Leave a comment

Dicas Para Prevenir a Próstata

De 10 a 20% dos cânceres de próstata podem ser evitados graças a uma dieta equilibrada ou até mesmo suplementos naturais como o renova prost que é um produto para prevenir doenças da próstata. A Extenso revisa com você o conteúdo do seu prato …

Alimentos bons para próstata

Legumes

Este é um fato indiscutível: os vegetais desempenham um papel de liderança na prevenção do câncer. Para aproveitar seus benefícios, encha metade do seu prato de legumes. Varie as cores para aproveitar os diferentes compostos que eles oferecem.

Além disso, embora nem todos sejam particularmente coloridos, os vegetais pertencentes à família dos crucíferos, como couve-flor, brócolis, bok choy e couve de Bruxelas, também têm propriedades anticancerígenas. Consumir pelo menos 5 vezes por semana pode reduzir o risco de desenvolver câncer de próstata.

Vitamina E e selênio

O selênio, encontrado no arroz, trigo e castanha do Brasil, proporcionaria um efeito protetor. No entanto, seu efeito seria observado principalmente em homens com baixos níveis de selênio no sangue.

A vitamina E, encontrada em amêndoas, sementes de linhaça, avelãs, óleo de cártamo, milho e soja, também seria benéfica na prevenção. Seu papel seria particularmente eficaz para fumantes e pessoas com baixos níveis de vitamina E no sangue.

Cuidado com os excessos!

É provável que o selênio e a vitamina E consumidos em grandes quantidades possam ter efeitos adversos à saúde. Portanto, é preferível incluir alimentos que os contenham, em vez de consumi-los na forma de suplementos. Além disso, os suplementos não demonstraram ajudar a prevenir o câncer de próstata.

Alimentos para comer com moderação

Gordura

Uma dieta rica em gorduras, especialmente gorduras animais, aumentaria o risco de desenvolver câncer de próstata. Além disso, o excesso de gordura na dieta pode levar ao excesso de peso. Como o consumo excessivo de calorias e a obesidade são dois fatores associados a um maior risco de câncer de próstata, é melhor garantir que você atenda às suas necessidades energéticas sem excedê-las.

Dicas para limitar gorduras nocivas:

· Preferência por cozinhar, assar ou grelhar batatas fritas grandes;

· Reduza o consumo de doces e assados ​​(croissants, muffins comerciais, rosquinhas, etc.).

· Diminua a ingestão de gordura animal, variando suas fontes de proteína: inclua com mais frequência no seu menu peixes e legumes;

· Foco em óleos não hidrogenados e margarina em gorduras animais;

· Escolha cortes de carne mais magros;

· Adote leites e substitutos com baixo teor de gordura.

Carnes vermelhas e frios

Carnes vermelhas, principalmente carnes grelhadas, podem favorecer o aparecimento de certos tipos de câncer, incluindo o da próstata. Carnes processadas (presunto, bacon, carnes frias e frios) também podem ter um papel negativo.

Na hora do almoço, escolha peixe enlatado, grão de bico ou tofu e sobras de assados ​​em vez das tradicionais fatias de presunto, salame ou “besteira”.

Cálcio e laticínios

Embora o cálcio seja um nutriente essencial ao desenvolvimento e manutenção da saúde óssea, parece que o consumo excessivo pode estar associado a um risco maior de desenvolver câncer de próstata. Para aproveitar os benefícios do cálcio sem o risco de sofrer as desvantagens, é recomendável não tomar suplementos de cálcio que forneçam mais de 1000 mg.

O alto consumo de produtos lácteos integrais, parcialmente desnatados ou sem gordura, tem sido associado a um risco aumentado de desenvolver câncer de próstata. Esse link não é claro e mais estudos ainda são necessários.

O Guia Alimentar do Canadá lista produtos lácteos como alimentos protéicos. Eles têm seu lugar na sua dieta, sem a necessidade de lhes dar uma importância desproporcional.

Em resumo

Preserve a saúde de sua próstata comendo seu preenchimento, enchendo seu prato com vegetais coloridos diariamente, reduzindo o consumo de gordura animal e frios e evitando o excesso de laticínios.