Posted on Leave a comment

Como Emagrecer na Gravidez

É muito comum mulheres engordarem durante a gravidez, mesmo assim, algumas acabam se desesperando ar subir na balança!

Geralmente, os médicos não gostam que grávidas percam peso, mesmo que sejam obesas. Mas, vale levar em conta que crianças nascidas de mulheres obesas têm bem mais risco de defeitos do tubo neural, defeitos cardíacos congênitos e outros problemas graves.

Afinal, emagrecer na gravidez é possível?

É preciso ter em mente que a maioria das mulheres não perde peso durante a gravidez, muito pelo contrário, ganham peso e, se não houver um maior controle, principalmente entre as que já sofrem com SOBREPESO e obesidade, o riso pode ser ainda maior, tanto para a grávida, quanto para o bebê.

Mas, claro, cada caso é um caso, sendo sempre necessário contar com um acompanhamento de um profissional.

Só deve emagrecer na gravidez se isso for necessário à sua saúde ou a do bebê. Lembrando que, jamais uma  mulher grávida deve emagrecer por conta própria, se atirando em dietas malucas e alimentação errada, pois durante toda a gravidez  a mulher precisa de uma quantidade de nutrientes e aporte calórico para sua saúde e do bebê.

Aumento de peso na gravidez

Segundo recente pesquisa realizada com 96 gestantes obesas ou obesas mórbidas com diabetes gestacional, concluiu-se que as mulheres que precisam manter o peso ou perder peso durante a gravidez com dieta e exercício têm menos complicações do que aquelas que fazem somente dieta, além disso muitas mulheres estão recorrendo ao redutize para ajudar perder peso na gravidez, realmente esse suplemento emagrecedor ajuda bastante, porém é recomendado conversar com seu médico antes de fazer uso dele.

É seguro mulheres obesas emagrecerem  na gravidez?

Atualmente, pesquisadores acreditam que o dogma ganho de peso durante a gravidez deve ser reexaminado, estudos revelam que mulheres obesas ganharem até 7Kg é benéfico para a saúde dos bebês, enquanto mulheres nas categorias mais elevadas de obesidade, já não é um problema perderem peso.

Exercícios durante a gravidez

No mais, controvérsias à parte, estudos comprovam a importância do exercício durante a gravidez, principalmente, no caso de mulheres obesas ou com sobrepeso.

Exercícios durante a gravidez é seguro para todas que estão saudáveis e liberadas de complicações e, no caso de mulheres grávidas obesas, se as mesmas se propuserem em caminhar em um ritmo moderado, isso será bem mais benéfico que realizar somente uma dieta de baixa quantidade calórica.

É preciso esquecer aquela ideia ultrapassada que a gravidez é um momento de inatividade, na verdade, essa máxima assim como uma grávida tem que comer por dois deve ser totalmente apagada.

Quem pode, então, emagrecer na gravidez?

Certamente, o emagrecimento não se aplica a todas as mulheres, porém, o controle de peso SIM! E, claro, ele deve ser feito de forma saudável, com uma alimentação adequada, além de alguns exercícios, principalmente, para as grávidas com sobrepeso.

É preciso entender que o ganho de peso excessivo é um risco muito grande para o desenvolvimento da hipertensão e diabetes gestacional, colocando tanto a mãe como o bebê em sério risco.

Vale ter em mente que, controlar o peso em qualquer momento da gravidez, desde que devidamente orientado pelo médico, nutricionista e um programa de exercícios especializado para gestantes, é fundamental para a grávida chegar bem ao final da gravidez.

Enfim, fora alguns casos, gravidez não é um período onde a mulher deva se preocupar em emagrecer, principalmente, se ela estiver com o  peso adequado e dentro do IMC solicitado pelo médico. Para saber mais detalhes, veja o vídeo abaixo:

Posted on Leave a comment

5 Dicas ótimas para emagrecer

Sempre antes de iniciar uma dieta é recomendado que você faça uma avaliação médica para ver se está tudo bem com o seu organismo.

Algumas pessoas apresentam dificuldade para perder peso devido a problemas como: asma, gastrite, osteoporose, estresse, ansiedade e muitas outras.

Muitas vezes a dieta deve ser conciliada com o uso de medicamentos e adaptadas ao problema de saúde. De nada adianta perder peso e adoecer.

O fundamental é que a dieta lhe proporcione perda de peso e uma qualidade de vida saudável.

Estas cinco dicas vão ajudar você com o seu processo de emagrecimento.

  1. Beba bastante água

A ingestão de líquidos no intervalo das refeições vai ajudar a reduzir a sensação de fome. Outro benefício é que ingerindo bastante líquido você vai urinar mais.

Com a urina você vai eliminar as toxinas que acabam prejudicando o processo de emagrecimento. Se você tem dificuldade de tomar água você pode optar por: chá (sem açúcar), água de coco, sucos naturais (sem açúcar).

Você não deve beber: suco de caixinha, bebidas alcoólicas, achocolatados e refrigerante.

A quantidade recomendada é de 1,5 a 2 litros/dia.

  1. Coma devagar

Comer devagar vai permitir que seu estomago envie mensagens de saciedade ao seu cérebro. Quem come rápido não capta o sinal de saciedade e geralmente come além da necessidade de sentir-se saciado.  Aprender a perceber o sinal de saciedade e respeitá-lo é essencial para perder peso. Outra forma de melhorar sua saciedade é fazer uso de suplementos naturais, o Active Caps é ótimo para isto, vale a pena conferir.

  • Coma de tudo, mas atenção na quantidade

Dietas restritivas muitas vezes oferecem bom resultado, mas acabam deixando o organismo deficiente e prejudicando a saúde. Você pode comer de tudo, mas em pequenas porções.

Evite ou elimine (se possível) o consumo de açúcar. Acrescente sementes (linhaça, chia, gergelim) nos sucos ou iogurtes.

Use e abuse das saladas cruas. Consuma apenas uma fonte de carboidrato por refeição. Evite comer por desejo, emoção, ansiedade ou tristeza.

  1. Faça alguma atividade física

O tipo de exercício não é o mais importante, mas sim a frequência que deve ser no mínimo três vezes por semana.

  1. Não precisa passar fome

Esta é uma ideia ultrapassada que para emagrecer é preciso passar fome. Passar horas sem comer pode fazer você cair nua escolha errada da próxima refeição.

Para os intervalos das refeições principais você pode ter em casa (ou no trabalho) castanhas, amendoim, frutas secas, frutas in natura, iogurte natural integral.

Comece a observar seu corpo e você verá que muitas vezes quando você come não está relacionado a fome, mas sim a ansiedade.