Ícone do site Ponto Lit

Saiba o que são as antenas Starlink e sua importância para o 5G

antenas Starlink 5G| Imagem Reprodução Pixabay

antenas Starlink 5G| Imagem Reprodução Pixabay

Um dos projetos ousados e visionários da Spacex do bilionário Elon Musk é o Starlink. O projeto consiste no desenvolvimento de constelações de satélites que sejam de baixo custo e alto desempenho para o mundo inteiro. Já as antenas Starlink são as captadoras do sinal de internet em todo o planeta com banda larga de alta velocidade e baixa latência. Essas antenas já estão presentes em muitos países, incluindo o Brasil.

A baixa latência é o resultado prático da estrutura que permite a troca de dados entre as antenas Starlink e o satélite de forma mais rápida. Isso ocorre porque os satélites estão em órbita baixa. Com isso a antena com um kit, permite que os usuários se conectem com os satélites da Starlink de qualquer lugar do planeta. Os custos do kit ainda são considerados elevados para a maioria da população.

Ademais, veja ainda: Não consegue gerar LINK no WhatsApp? É fácil e rápido veja AGORA

Como funciona na prática para os usuários as antenas Starlink

Através de um kit composto pela antena e um roteador, mas o usuário precisa comprar um hardware e pagar um valor mensal do plano para uso da tecnologia. Uma curiosidade que demonstra o lado visionário de Elon Musk e seu desejo de tornar a internet universal, é que as antenas Starlink geram um investimento para empresa que não lhe garante um lucro. Isso pode parecer paradoxal, mas a verdade é que elas possuem um alto custo de investimento, portanto, não se pagam.

Os custos para ter uma antena Starlink em casa ainda é muito alto, mas muita gente garante que vale o investimento. Até o fechamento desta matéria o valor oscila entre R$ 3 mil a R$ 5 mil. Um dos motivos para o valor ficar ainda mais alto, são os custos do imposto de importação e o frete. A mensalidade da assinatura também é considerada alta, haja vista, que fica em torno de R$ 600,00.

Além disso, veja mais: Saiba tudo sobre o ZuoRAT, malware que mira nos roteadores; Entenda

Nova geração das antenas Starlink

A primeira geração das antenas da Starlink, chamadas de UTA-211 estão se despedindo para a chegada da UTA – 2012. Elas são mais leves e possuem roteador mais moderno. Enquanto a primeira geração das antenas pesavam em torno de 7,3 Kg as novas chegam com 4,2 Kg. A empresa ainda promoveu mudanças nas dimensões. A homologação no Brasil através da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já ocorreu tanto para a antena, quanto para o roteador.

Ademais, a empresa já oferece no Brasil os seus serviços e quer ampliar com o 5G. A capital federal – Brasília – já teve a liberação do sinal. O dono da Spacex e Tesla busca uma parceria comercial em que opere o sinal, inclusive, na Amazônia. Nos Estados Unidos, a empresa de Musk tem encontrado dificuldades para operação do sinal 5G devido os muitos obstáculos para uso do espectro 12GHz.

Sair da versão mobile